Clézio Antunes, de Ribeirão Preto para o Restaurante Olhos D'água

No Restaurante Olhos D'água sempre somos surpreendidos por clientes que vem de longe viver a experiência de experimentar nossos pratos à base de peixe.

Direto da cidade de Ribeirão Preto no estado de São Paulo recebemos no último domingo dia 31 de Julho de 2022 a visita do presidente da Pafil Empreendimentos, o Sr. Clézio Antunes.


*Para ampliar o vídeo clique no ícone "ampliar" no lado direito do botão som.


- Acompanhado de familiares, Clézio pousou com seu helicóptero aqui na Pousada & Parada Olhos D'água para uma refeição de mais de três horas onde experimentou o nosso Filé de Tilápia à Parmegiana, Filé de Tilápia à Dorê entre outros pratos da casa. E no final, uma deliciosa sobremesa de Banana Flambada com Sorvete.


A família também escolheu várias lembranças, artesanatos e delícias mineiras de nossa Parada.


Findo o almoço, Clézio e família retornaram a Ribeirão Preto com o sabor de nosso filé de Tilápia em suas lembranças.

*Para ampliar o vídeo clique no ícone "ampliar" no lado direito do botão som.

 

QUEM É CLÉZIO ANTUNES?

Veja mais nessa reprodução de matéria da Revista Revide de Ribeirão Preto, com Gabriela Maulim.


De office boy a empresário Antes de se tornar presidente da Pafil Empreendimentos, Clezio Antunes percorreu um longo caminho. Passou por outros empregos, mas não se acomodou até chegar à presidência da construtora. Clezio Antunes, presidente da Pafil Empreendimentos, sempre foi um sonhador. Nascido nos anos de 1960, teve a vida típica das pessoas que têm origem humilde. Era criança quando o pai faleceu. Começou a trabalhar aos 12 anos, e, de auxiliar em uma marcenaria, chegou à presidência, respondendo pela área técnica da construtora civil de Ribeirão Preto, ao lado do sócio Julio Souza, que comanda a área administrativa e de negócios. Antunes atua há 20 anos na construção civil e há 35 anos via a primeira impressão da Revide, quando ainda trabalhava na Gráfica Rochedo, experiência que marcou sua vida. A Pafil Empreendimentos tem duas décadas de expertise no mercado imobiliário, com ênfase no interior paulista, construindo com qualidade e facilitando a realização do sonho da casa própria a partir de valores e condições acessíveis. A Pafil é uma das 100 maiores construtoras do Brasil, pelo ranking INTEC 2019, 2020 e 2021. Como foi essa história, de office boy a empresário? Meu sonho sempre foi o de ter meu próprio negócio. Minha origem é humilde e fazer algo para mudar aquela realidade dependia exclusivamente de mim. Comecei a trabalhar aos 12 anos, em uma marcenaria e fiz de tudo: fui entregador de jornal, office boy e impressor em gráfica, na Rochedo. Eu tinha começado a trabalhar lá quando a Revide nasceu. Me lembro da primeira vez que foi impressa e o dono disse para os colaboradores que seria um sucesso em Ribeirão.

Nossos colaboradores Jaqueline e Rafael ao lado do helicóptero de Clézio Antunes.

Com o tempo, formei uma pequena reserva financeira e passei a investir em pequenos negócios, que foi quando conheci o Julio [Souza, sócio de Clezio na Pafil Empreendimentos]. Fomos sócios pela primeira vez em uma revenda de automóveis, depois em um depósito de madeira para a construção civil e com o tempo começamos a investir na construção de imóveis para venda, casas e pequenos edifícios. O negócio foi promissor e tivemos o impulso para crescer, empreender e incorporar. Nosso diferencial, desde o início, é o padrão construtivo. O que o senhor carrega até hoje da sua experiência de vida, de trabalhar desde muito cedo e alimentar esse sonho de ter seu próprio negócio? Um dos proprietários da gráfica Rochedo, onde trabalhei, estudou no exterior. Ele contava muitas histórias e tinha uma agilidade incrível no negócio. Naquela época, aos 14 anos, eu observava os movimentos e procurava aprender. Foi assim nos outros trabalhos e é assim até hoje. Algumas coisas não têm escola que ensina, a gente aprende no dia a dia. Eu aprendi, por exemplo que para empreender é necessário ser proativo, dinâmico e gostar de pessoas. São elas que conectam os negócios. Isso funciona dentro da sociedade – comigo e com o Julio, por exemplo –, na relação com os colaboradores, fornecedores e também com os clientes. A Pafil constrói para as pessoas, trabalha com pessoas e é essencial se conectar a elas. O senhor era um menino que tinha um sonho, ser dono do seu negócio. Agora, você é um empresário que realiza sonhos, o da casa própria. Como o senhor vê isso? Essa passagem de tempo? Tive bastante dificuldade de ter a minha primeira casa própria e uma das primeiras coisas que eu fiz, foi também construir uma casa para a minha mãe, depois que o meu pai faleceu. Eu sei o quanto essa conquista é trabalhosa. Quando eu e o Julio começamos na construção civil, logo fizemos empreendimentos para o que chamamos de público do programa Casa Verde e Amarela. Hoje, a Pafil oferece soluções imobiliárias para diversos públicos. O nosso propósito é realizar o sonho dos nossos clientes. Eu tinha o sonho de ter meu próprio negócio e hoje o meu trabalho é construir para realizar sonhos. Das casas e edifícios residenciais de pequeno porte, a Pafil evoluiu de que forma? Investindo: em pessoas, processos de qualidade e projetos inovadores. E isso se traduzir em reconhecimento. Há quatro anos, e de forma consecutiva, integramos o ranking Intec entre as 100 maiores construtoras do país. A Pafil participa do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQH), possui certificação ISO 9001 e é credenciada no programa Casa Verde e Amarela. Nos últimos anos, nossas demonstrações financeiras foram auditadas por uma das maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo, Big Four, Ernest Young. A excelência também tem se refletido nos trabalhos internos, pelos quais conquistamos o selo Grate Place To Work (GPTW) como um ótimo lugar para trabalhar. Quais são seus planos para o futuro? Fazendo o que eu mais gosto, eu vou parar só se o tempo parar comigo. Na fase atual, administramos os processos para uma gestão de governança. Hoje, aprendo muito, todos os dias. Somos um time na Pafil. Nossos colaboradores são profissionais que vieram do mercado e outros iniciaram neste mercado com a Pafil. Então, nossa responsabilidade perante aos dois modelos, é muito intensa e isso me traz uma satisfação e um orgulho maior ainda em ser sócio-presidente da Pafil.


Créditos:

Foto de Clézio Antunes: Luan Porto/Revide Artigo de: Gabriela Maulim Gabriela